20 maio, 2014

Devagar se vai ao longe





























1. Imagem de autoria própria

É certo e sabido que a minha vida mudou, a todos os níveis. Quem me conheceu há alguns meses atrás, recordar-se-á, certamente, da minha quase obsessão por lidas domésticas. Hoje isso mudou. E perguntam vocês: Porquê? 

Pois bem, não sou perfeito, nunca fui, e na vida há decisões importantes a tomar. Decidir mudar de cidade, primeiro, e de emprego, depois, não é coisa fácil. Tudo acarta consequências e saber lidar com elas tem muito que se lhe diga. Já a minha mãe dizia: "Devagar se vai ao longe". 

Hoje, sentado no sofá, invadido pela nostalgia, perdi muita coisa, a preguiça, o medo, a desculpa, o desapego... e as palavras começaram a surgir. É mentira se disser que até aqui, não houve tempo para fazê-lo, mas quem me entende, a mim e à minha necessidade como blogger, sabe do que estou a falar.

Senti, em determinada altura, que tudo estava controlado. Enganei-me redondamente. Aos poucos fui falhando. Nas finanças, na casa, na rotina, nas relações... Faltava-me algo. Faltavam-me as ideias no lugar, faltava-me, sobretudo, a organização. Ainda agora falta, mas menos. 

Os meus dias, bem diferentes, fizeram-se ocupar por horários novos, sítios novos, pessoas novas, tudo novo! E o pior de tudo foram mesmo as mudanças de casa. Conseguir estabilizar e estabelecer objectivos foi, de todo, impossível. Perder o fio à meada, não é para mim. Mas estar assim também não. Mas vamos lá ver, 8 ou 80? Talvez 36. Fico-me pelos meios. É nesta fase do processo que me encontro. Sim, tudo isto é um processo.

Começar por uma rotina básica, é o segredo. Limpar, arrumar e cozinhar são prioridade. Depois vem a organização, e aqui, obviamente, vou voltar a usar as minhas queridas tabelas. Tenho tantas saudades! Enfim... 

Isto tudo para dizer que aqui estou eu, a tentar fazer com que este espaço continue a valer a pena. O meu muito obrigado para quem ainda "me acredita" (digo isto porque recebi e-mails de seguidores preocupados com o meu aparente abandono do blog). Já agora, para quem me quiser seguir no Instagram: http://instagram.com/pedroingres. Há fotos da casa nova. Bem haja!

21 novembro, 2013

Dono de Casa Desesperado





























1. Imagem de autoria própria

Já começa a tornar-se hábito ausentar-me durante bastante tempo e não dar quaisquer notícias. Se bem me lembro, o último post falava de bonsais. Estávamos no Verão, em pleno mês de Agosto, eu cheio e cansado do trabalho. As ideias eram escassas e a imaginação ficara aquém das expectativas.

Entretanto morrem 3 "bichinhos" de estimação, incluindo o meu querido bonsai. Devem estar a pensar: "Grande moral, veio falar de como cuidar dele e depois deixa-o morrer!" Pois, como já disse, Agosto é um mês esgotante, fui de folga 3 dias e esqueci-me por completo de reforçar a rega. Como é obvio já tenho outro. Não com o mesmo valor que o anterior mas com a sua importância.

Na decoração da casa também fiz uns ajustes. Substitui as telas pintadas de cor de laranja e castanho por outras com imagens emolduradas e comprei uma consola nova e mais alta para a TV. Isto porque tornar todo o espaço mais respirável, através do branco, tornou-se um objectivo já concluído. 

Depressa chegou Outubro, as férias e depois o tal curso. Passeei até ao IKEA de Sevilha com intenções de comprar uma capa branca para o sofá, mas vim de lá com uma das mãos a abanar. Na outra trouxe um candeeiro (a um preço que faz inveja aos da Zara Home) e ainda uns organizadores de cozinha e outros de escritório.
Quanto ao curso, correu bem e está feito.

Agora, em véspera de Inverno já passo mais tempo em casa e com mais disposição para partilhar o meu dia-a-dia. Esta semana comprei narcisos e ontem fiz uma check-list de pequenas limpezas que convêm ser feitas a cada semestre. Depois partilho aqui, pode dar jeito a alguém.

Bom resto de semana!

18 agosto, 2013

Bonsai





























1. Imagem de autoria própria via Instagram


Para os seguidores mais atentos o facto de que tenho um Bonsai não deve ser novidade. Já ouvi muitos comentários de pessoas próximas dizer que é difícil cuidar dele e que por isso, apesar de gostarem, não compram. Também não comprei o meu, mas posso dizer que, até hoje, continua a ser um dos presentes mais estimado.

Li muita matéria sobre o assunto e vi alguns vídeos. No final deu para perceber que não é nada de outro mundo e que não são precisas "mil horas" de dedicação para manter estas árvores miniatura. Bastam 5 minutos por dia. Para mim funciona assim:

1.  Com a ponta do dedo pressiono ligeiramente a terra para verificar a húmidade. Se estiver pouco molhada rego-a normalmente, como se de outra planta se tratasse. Quando está totalmente seca, deixo o vaso com a terra submersos em água durante 5 minutos;

2. Nesta altura do ano, geralmente rego-o de 2 em 2 dias. No Inverno, um vez por semana chega a ser suficiente;

3. A poda faço-a uma vez por semana ou de 15 em 15 dias com uma tesoura das ditas normais. A intenção é retirar as folhas velhas e as astes que alteram a forma (arredondada) da copa do Bonsai. No início da Primavera fui um pouco mais radical e deixei-o mais "despido", mas atenção, não tem mal, antes pelo contrário. É aconselhável que o faça de vez em quando para surgirem novos rebentos e para que a luz chegue mais facilmente a todas as áreas.

É provável que daqui a uns 2 anos tenha de mudar de vaso e adubar a terra, mas para já não é uma preocupação. O meu já faz 6 meses cá em casa...

Bom Domingo!

06 agosto, 2013

Os aromas no Feng Shui






















1. http://www.flickr.com/photos/egorgry/111657268/sizes/m/in/photostream/


Para os amantes de aromas ou óleos essenciais mais puros e concentrados (daqueles que se queimam em recipientes de cerâmica), o Feng Shui sugere:

Alecrim 
Estimula e activa a memória. Pode usá-lo no escritório, por exemplo.

Lavanda
Aconselhada para quem tem dificuldades em dormir.

Ylang-Ylang 
Óptima para momentos românticos.

Tangerina
Para os mais tristonhos, este aroma estimula a alegria. Mante-lo na sala pode ser boa ideia.

Menta
Ajuda a purificar o ambiente. Indicado para as casas de banho.

Limão
Perfeito para a cozinha, pois refresca e elimina maus odores.

Eucalipto
Tem o poder de limpar e eliminar energias negativas. 

Se tem problemas em escolher o aroma que mais lhe agrada, vá por outros caminhos. Fazê-lo em função das suas faculdades pode ser uma opção eficaz.

Boa semana!

30 julho, 2013

Os meus objectivos para Agosto






















1. http://www.bottlesurf.com/wp-content/uploads/2012/07/goals3.jpg 


Cansado da rotina casa - trabalho - casa, decidi criar objectivos pessoais para que Agosto seja um mês produtivo.

Acordar cedo, sempre que possível, e fazer algo que não seja habitual
Em vez de ligar a televisão ou o computador, fazer um chá ou um sumo e bebe-lo na varanda.

Preencher dossier para o curso
Coisas de trabalho que terminam em Setembro!

Cozinhar uma sobremesa
Adoro meter a mão na massa, mas como tem sido raras as ocasiões rendo-me ao clima e talvez faça um Cheesecake.

Ler um livro ou terminar leituras em atraso
Ando a ler este livro - "A Sabedoria das Nossas Fúrias" - há meses. Quando viajava de comboio éramos inseparáveis, agora veio o carro e ficou na prateleira.

Publicar no Blog uma vez por semana
Acho que tenho de me tornar mais presente neste projecto.

Limpar a casa uma vez por semana
Ultimamente só o tenho feito de 15 em 15 dias.

Ir à praia três vezes por semana
Por este andar acaba o Verão e eu mal meti a "pata na poça"!

Um jantar especial em boa companhia 
Demasiado privado para comentar.

Uma sessão de cinema caseiro, todas as folgas
Já que os cinemas são escassos no Algarve...

Gastar o mínimo possível durante as folgas
Geralmente é nestes dias que a conta bancária mexe. Por isso, 10€ em 24 horas é o suficiente para as despesas habituais.

Comprar um artigo novo para a casa
Quer queira quer não, a Zara Home convida-me sempre a passear. Não é que precise, mas aos poucos, renovar o espaço da nossa casa ajuda sempre em algo.

Tratar da pele
Como quem diz  - "Dá uso aos cremes!" Acho que chegou a altura de perder a preguiça e tratar destas olheiras.

Actualizar as tabelas
Se quero atingir estes objectivos, logicamente terei de me orientar, logo, as tabelas têm de estar no seu melhor.

E como há dias em que não sou assim tão certinho, também tenho direito as uns copitos (ou copões) entre amigos e saídas à noite.

Bom mês de Agosto e, se for o caso, boas férias!

29 julho, 2013

Feng Shui



















1. http://mydecorative.com/wp-content/uploads/2013/05/feng-shui-bed-rooms.jpg


Todos nós já protagonizámos vários estilos ao longo da nossa vida, principalmente na juventude. Uns radicais, outros góticos, outros "betinhos"... uma procura total da identidade.

Hoje em dia posso dizer que já ultrapassei essa fase. Não sou muito indeciso, mas gosto de ter a certeza das minha escolhas. A simplicidade e a tranquilidade definem-me, de alguma maneira. Venho por isso falar do Feng Shui. 

Conhecida como sendo uma técnica milenar chinesa, o seu conceito desdobra-se por muitos outros que lhe estão subjacentes. No entanto, vou focar o assunto no que respeita à harmonização dos ambientes.

Para que tudo tenha um sentido lógico, o Feng Shui apoia-se no Baguá para garantir o equilíbrio das energias. Devo admitir que, para muitas pessoas, falar disto pode parecer surreal, mas tendo em conta que não sou católico, prefiro, mais uma vez, ter a certeza do que a ciência consegue explicar. Serão então 8 os elementos responsáveis por essa interacção: Terra (Relacionamentos), Montanha (Espiritualidade), Água (Trabalho), Vento (Prosperidade), Trovão (Família), Fogo (Sucesso), Lago (Criatividade) e o Céu (Amigos). Obviamente que isto não surge por acaso. Segundo esta "arte", o campo magnético da terra e o ano em que a casa onde habitamos foi construída, exercem influência em toda a gestão das energias. Se quiserem perceber melhor como isso acontece dêem uma olhadela nesta imagem.

As cores, os materiais e as formas, serão outros componentes importantes para activar todas as áreas em questão. Passo então às dicas.

No Centro da Casa
Objectos de cerâmica;
Peças de formato quadrado ou rectangular;
Imagens de pessoas ou animais saudáveis;
Plantas em vasos, com terra - a responsável pela saúde, no geral.

Na Cozinha
Boa iluminação, se possível natural;
Fogão e utensílios sempre limpos;
Flores em vasos e frutas em fruteiras para elevar a energia vital;
Sinos de vento ou cristal entre o fogão e o frigorífico ou pia (caso estes se encontrem lado a lado) para evitar que a água apague o fogo - prosperidade.

No Quarto
Evitar a desarrumação;
Aspecto confortável e acolhedor para repor energias;
Cabeceiras robustas;
Espaço de circulação debaixo e à volta da cama - topo encostado à parede.

Na Casa de Banho
Tampos para baixo;
Portas fechadas;
Uma planta para estabilizar a energia.

Quintal ou Varanda
Limpo(a);
Com plantas frutíferas - Prosperidade.

Sei também que os espelhos são óptimos para o controlo das boas energias. Se possível em formato baguá, mas tenha cuidado ao colocá-los para que os habitantes não se vejam de cabeça cortada.

Depois existem outros elementos que podem ser adicionados aos espaços, os aromas. Mas disto acho que vou falar num post mais apropriado. 

No geral, o Feng Shui assume um visual clean em que as cores suaves são predominantes. Se gosta de brancos, amarelos, verdes ou marrons, óptimo. Agora se prefere vermelhos, laranjas, rosa ou azuis opte por aplicá-los em objectos de pequenas dimensões como almofadas, molduras, vasos, por exemplo.

Se muitos procuram em Deus a explicação para as diversas situações do dia-a-dia, eu comecei a procurar no Feng Shui essa mesma responsabilidade. Porque se alguma coisa não corre bem significa que algo não está bem, desde a secretária roxa no canto da sala à vela no banheiro. Eu sei, parece ridículo mas é assim que funciona. 

Espero que tenham gostado do mote sobre o assunto e que possa partilhar um pouco mais à medida que o for explorando.

Boa semana!

12 julho, 2013

Eu e as tabelas






















1. Imagem de autoria própria via Instagram


Como alguns já devem saber, a organização dos meus dias é baseada em tabelas. No entanto, ultimamente não lhes tenho dado grande uso, ou melhor, nenhum uso. Excesso de trabalho, cansaço, preguiça, são tudo factores que teem contribuído para este descontrolo. Mas será assim tão mau?

É óbvio que acabo por questionar-me sobre o que é prioritário, mas isso não impede que mais tarde ou mais cedo faça tudo o que deve ser feito. Depois, como vivo sozinho passo pouco tempo em casa, quase nunca cozinho (almoço ou janto no trabalho), nas folgas ausento-me sempre e por isso é fácil manter tudo limpo e arrumado. Só para terem noção, os meus dias são assim:

1. Acordar;
2. Tomar o Pequeno-Almoço;
3. Lavar a loiça;
4. Engomar a farda;
5. Fazer a cama;
6. Preparar-me para o trabalho;
7. Sair de casa.

Por tudo isto, cheguei à conclusão que não preciso de tantos papeis, de tantas tabelas, de tantos números ou letras. Preciso antes de orientar o pouco que faço e tenho. Não quer dizer que não venha a reutilizar algumas, mas a do Orçamento Mensal será para sempre minha aliada. O dinheiro tem todo destino e geri-lo continua a ser imprescindível.

Para quem vive em familia e tem uma casa minimamente grande, logicamente fazer uso destas ferramentas será uma ajuda para que nada fique por mãos alheias.